Por favor utiliza este link para citar o compartir este documento: http://repositoriodigital.academica.mx/jspui/handle/987654321/423972
Título: Fronteira e Instituição de Capelas nas Minas, América Portuguesa
Palabras clave: Historia
Fronteira
poderes políticos
rotas comerciais
Editorial: Instituto de Investigaciones Dr. José María Luis Mora
Descripción: As oportunidades políticas e econômicas promovidas por capelanias na fronteira das Minas Gerais eram disputadas pelos senhores, como se depreende da conturbada história da criação da freguesia de São Bento do Tamanduá. Um grupo de amigos e parentes, com intentos econômicos, constituiu a capela no sertão do oeste, rota para Goiás. Gaspar Gondim foi o seu pároco encomendado. Ele aliou-se aos interessados no negócio desta rota e tornou-se um ativo defensor do poder da sua freguesia. O partido de Gondim resistiu fortemente a qualquer perda da primazia sustentada por meio da administração da capela. Instituição de poder nessas Minas, inculcando sujeição e civilidade, a capela também funcionou como a primeira instância para confronto dos poderosos.
Other Identifiers: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=279122165010
Aparece en las Colecciones:América Latina en la Historia Económica. Revista de Investigación

Archivos de este documento:
No hay archivos asociados a este documento.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.