Por favor utiliza este link para citar o compartir este documento: http://repositoriodigital.academica.mx/jspui/handle/987654321/420725
Título: DESENVOLVIMENTO DE MODELO CONCEITUAL DE SISTEMAS DE CUSTOS - UM ENFOQUE INSTITUCIONAL
Palabras clave: Administración y Contabilidad
Teoria Institucional
sistemas de custeio
Contabilidade Gerencial
Editorial: Universidade de São Paulo
Descripción: O estudo demonstra que o modelo de institucionalização de Burns e Scapens (2000), especialmente no que se refere ao processo de codificação de rotinas e regras, pode ser aplicado para analisar a implementação de um novo sistema de contabilidade gerencial em um grande banco brasileiro. Como aquele modelo é relativamente recente, poucos estudos utilizaram sua estrutura conceitual em pesquisas empíricas. Alguns (Soin et al., 2002; Spraakman, 2006; Guerreiro et al., 2006) adotaram o que pode ser denominado perspectiva institucional para estudar vários aspectos da Contabilidade Gerencial, mas o presente artigo é o primeiro a focar especificamente a modelagem da fase inicial do processo de mudança no setor bancário a partir de uma perspectiva da Teoria Institucional. Utilizou-se o método de estudo de caso para avaliar os estágios embrionários do processo de implementação. Os dados foram coletados por meio de entrevistas e análise documental a respeito dos seguintes aspectos: (i) os antecedentes do processo de mudança; (ii) as características operacionais e organizacionais do banco e (iii) o processo de modelagem usado para conceber o sistema. As principais conclusões foram que: (a) a visão institucional é tão importante quanto a dimensão técnica-racional na fase de concepção do novo modelo de custeio; (b) o processo de codificação deve especificar regras e rotinas que sejam coerentes com as crenças institucionais e com as práticas dos membros do staff e (c) a probabilidade de sucesso é significativamente incrementada quando os novos sistemas são modelados em termos do modelo adaptado de Burns e Scapens (2000). Finalmente, o estudo apresenta uma nova visão a respeito da implementação de sistemas de custeio em geral, com mais foco na dimensão institucional do que na dimensão racional-normativa.
Other Identifiers: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=235216395002
Aparece en las Colecciones:Revista de Contabilidade e Organizações

Archivos de este documento:
No hay archivos asociados a este documento.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.