Por favor utiliza este link para citar o compartir este documento: http://repositoriodigital.academica.mx/jspui/handle/987654321/351546
Título: A economia solidária e a revitalização do paradigma cooperativo
Palabras clave: Sociología
Autogestão
Cooperativismo
Movimento operário
Solidariedade
Trabalho
Editorial: Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais
Descripción: A economia solidária compreende um amplo conjunto de experiências que revigoram as tradições associativas dos trabalhadores, graças à sua ênfase na autogestão, à sua abordagem crítica da ordem capitalista e à impulsão que propiciam a novos atores sociais, do plano local ao global. Nesse contexto, novas cooperativas de produção e de prestação de serviços, cuja racionalidade integra quesitos de solidarismo e de empreendedorismo, têm desenvolvido igualmente as dimensões sociais e políticas da empresa econômica, em favor dos trabalhadores, de sorte que o campo heterogêneo e controverso do cooperativismo sofre questionamentos e processos de renovação. Justifica-se com isso a retomada de questões referentes ao sentido histórico das práticas e da identidade cooperativa. O artigo desenvolve esses temas em perspectiva histórica, a partir de revisão bibliográfica e de diversas pesquisas empíricas, com destaque aos dados do primeiro Mapeamento Nacional da Economia Solidária no Brasil.
Other Identifiers: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=10727637017
Aparece en las Colecciones:Calle14: revista de investigación en el campo del arte

Archivos de este documento:
No hay archivos asociados a este documento.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.