Por favor utiliza este link para citar o compartir este documento: http://repositoriodigital.academica.mx/jspui/handle/987654321/280161
Título: Representações sociais de mulheres profissionais do sexo sobre a AIDS
Palabras clave: Psicología
representações sociais
profissionais do sexo
aids
preservativo
Editorial: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Descripción: Este estudo trata do risco da AIDS para profissionais do sexo e seus parceiros. Foram entrevistadas 40 mulheres com idade entre 19 e 47 anos. Pouco menos da metade tinha parceiro fixo. Utilizaram-se entrevistas semi-estruturadas para a obtenção do material verbal, que foi analisado pelo software ALCESTE. Verificaram- se três aspectos da representação social da AIDS: o primeiro destaca-a como uma doença do outro (48,3% das unidades de contexto elementar, ou UCE); o segundo define-a como uma doença que ameaça todos os que não usam preservativo (26,7% das UCEs); e o terceiro estabelece ligação da AIDS com uso de drogas e pessoas suspeitas (25,0% das UCEs). Conclui-se que as mulheres que têm relação com parceiro fixo nãocliente e com clientes são mais vulneráveis que as outras, pois elas não transferem a experiência de proteção adotada diante dos clientes para as relações com seus parceiros fixos.
Other Identifiers: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=26190213
Aparece en las Colecciones:Estudios de Psicologia

Archivos de este documento:
No hay archivos asociados a este documento.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.