Por favor utiliza este link para citar o compartir este documento: http://repositoriodigital.academica.mx/jspui/handle/987654321/220679
Título: A emergência dos "agricultores familiares" como sujeitos de direitos na trajetória do sindicalismo rural brasileiro
Palabras clave: Estudios Agrarios
Agricultura familiar
Sujeitos de direitos
Sindicalismo dos trabalhadores rurais
Sindicalismo da agricultura familiar
Cidadania
Editorial: Universidad Nacional de La Plata
Descripción: O processo de reconhecimento dos agricultores familiares como sujeitos de direitos apesar de ser recente quando pensado a partir da trajetória do sindicalismo rural brasileiro demonstra ter suas primeiras raízes ainda na constituição da legislação trabalhista-sindical dos anos de 1930. Visando explorar esse processo o artigo tem por objetivo analisar a emergência dos agricultores familiares como sujeitos de direitos na sociedade brasileira contemporânea. Analisa-se os processos de formação do sindicalismo rural e de expansão da legislação trabalhista para os trabalhadores rurais como forma de realização de uma cidadania regulada até a década de 1970; o questionamento do sindicalismo oficial, a estruturação de um novo sindicalismo e a emergência de novos atores sociais no campo, que possibilitaram a ampliação dos espaços de cidadania no período de redemocratização do Brasil; a crise do novo sindicalismo, a criação de novas estruturas sindicais por fora da estrutura oficial (sindicalismo da agricultura familiar) e a emergência dos agricultores familiares como sujeitos de direitos no período recente.
Other Identifiers: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=84511816001
Aparece en las Colecciones:Mundo Agrario

Archivos de este documento:
No hay archivos asociados a este documento.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.