Por favor utiliza este link para citar o compartir este documento: http://repositoriodigital.academica.mx/jspui/handle/987654321/103787
Título: o Jato de Ar Quente como Estímulo Aversivo: Efeitos Supressivos da Exposição Prolongada em Rattus Norvegicus
Hot Air as an Aversive Stimulus: Supressive Effects of Extended Exposure in Rattus Norvegicus
Autores: 
Palabras clave: Contingências aversivas; punição; jato de ar quente; história comportamental, esquemas de punição.
Aversives contingencies punishment; hot Air Puff; Hot Air Blast; Behavioral History.
Fecha de publicación: 3-Oct-2012
Editorial: Facultad de Estudios Superiores. Iztacala
Descripción: Em estudos sobre contingências aversivas o choque elétrico é o estímulo mais sistematicamente utilizado, o que dificulta a generalização dos resultados. Nesse estudo a a função punitiva de um jato de ar quente (JAQ) foi avaliada em dois experimentos. O Experimento I avaliou o efeito da exposição prolongada, com Punição Contínua ou Punição Intermitente. Utilizaram-se seis ratos albinos divididos em dois Grupos: Punição Contínua (fêmeas) e Punição lntennitente (machos). Cada grupo foi exposto a cinco sessões iniciais de fortalecimento da resposta de pressão à barra, consequencida com água, 10 sessões de apresentação do JAQ como conseqüência simultânea à apresentação de água e uma última sessão de recondicionamento. O JAQ funcionou como punidor nos dois esquemas e a supressão foi maior sob Punição Contínua do que sob Punição Intermitente. Respostas relacionadas com a resposta punida foram igualmente suprimidas. Os efeitos supressivos desapareceram quando a punição foi interrompida. O Experimento II replicou o Experimento I, usando apenas ratos machos e estendendo a fase de punição para 20 sessões. Os resultados de ambos os experimentos são compatíveis com os obtidos com choque elétrico. O estudo sugere que o equipamento usado e o jato de ar quente constituem uma alternativa metodológica promissora para a pesquisa sobre controle aversivo.  
Electric Shock is the stimulus most frequently used as a punishing stimulus in basic research on aversive control, what imposes limitations on the generality of data. In this study, the punishing function of a hot air puff (HAP) was evaluated in two experiments. Experiment I used six albino rats divided in two Groups: Continuous Punishment (females) and Intermittent Punishment (males). Each group was exposed to five sessions in which bar presses were established and maintained under CRF (water as reinforcement), followed by 10 sessions of HAP and an additional session of reconditioning. The use of  HAP produced bar press suppression under both punishment schedules and  suppression was stronger under Continuous Punishment. Other responses related to the punished response were equally suppressed. Experiments are compatible with those obtained with electric shock, suggesting the hot air puff as a promising methodological alternative in studies on aversive control.
Other Identifiers: http://revistas.unam.mx/index.php/acom/article/view/14519
Aparece en las Colecciones:Acta Comportamentalia: Revista Latina de Análisis del Comportamiento

Archivos de este documento:
No hay archivos asociados a este documento.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.